quinta-feira, agosto 26, 2004

As terríveis ansiedades Pt. 2

E a maldita resposta da Universidade teima em não aparecer, e aqui o pobre do estudante, futuro imigra no País de Gales, a sofrer da própria ansiedade. Agora mais do que nunca, espero que seja aceite, de forma a olhar para todo este tempo de espera e ainda saber melhor ter sido sucedido.
Começo agora a pensar que tenho uma lista interminável de coisas para fazer, tais como:


- Bilhete de avião ( convém ser de ida e volta porque sai mais barato )

- Conhecer os meus direitos! ( porque não convém sair para outro país sem conhecer os nossos verdadeiros direitos, e já que estou na UE, mais uma razão para que seja tratado como igual... é claro que será difícil explicar isso aos membros da National Front, se um dia tiver a infeliz sorte de me cruzar com uma quantidade significativa dos mesmos )

- O Enxoval! ( e isto inclúi todo o tipo de roupa, utensílios para comer e cozinhar )

- A escova de dentes ( isto é uma metáfora para todo o tipo de utensílios de higiene que tenho que levar.. claro que há quem leve menos, tudo depende da pessoa em questão )

- Pedir um novo Cartão Jovem ( porque o anterior perdeu-se... perdeu-se não, alguém o perdeu )

- Enviar dinheiro para a Universidade, de forma a garantir a minha estadia no campus ( começa a exploração) )

- Objectos pessoais ( Discman, cds, harmónica porque não vou levar guitarra agora, livros, caneta e papel... e sei lá mais o quê )

Desejem-me sorte fodasse, se eu não entro jogo-me da ponte

Abraço

quarta-feira, agosto 25, 2004

So much for long hair

Foi-se...



sexta-feira, agosto 20, 2004

"Sonhadelos"

Já vos aconteceu por certo, terem sonhos, que na realidade são também pesadelos, porque são demasiado idílicos para serem verdade e logo, dá-vos aquela sensação de desconforto ao acordarem. Ora, e porque não considerar tais momentos peculaires do subconsciente ( ou é do inconsciente?.. Mas porque é que nunca tomei atenção às aulas de Psicologia.. ?) como pesadelos e não sonhos ? Porque na realidade, são sonhos enquanto dormimos e conseguem-nos arruinar a merda do dia, desde o momento em que acordamos até ao momento em que fechamos os olhos.
Humanidade em geral, é favor encontrar cura para sonhos indesejáveis.

Ok, este foi o primeiro post que não considero 100% útil e sábio. Talvez ronde aí os 98,7% , mais coisa menos coisa.

..
Até mais

quinta-feira, agosto 19, 2004

The Albion ship sails on course...

Aqui fica uma antevisão ao novo album da maior banda britânica desde 1994, chamado simplesmente " The Libertines ". ´
A letra que se segue é do primeiro single "Can't stand me now".

Abraço




THE LIBERTINES - "CAN'T STAND ME NOW"

"An ending fitting for the start
You twisted and tore our love apart
Your light fingers threw the dart
Shattered the lamp and into darkness, cast us…"

"No, you've got it the wrong way round
You shut me up, and blamed it on the brown
Cornered the boy kicked out at the world…
The world kicked back a lot fucking harder now"

If you wanna try,
If you wanna try
There's no worse you could do (oh oh oh)
I know you lie (I know you lie)
I'm still in love with you (oh)
Can't take me anywhere(can't take you anywhere)
Can't take me anywhere(wouldn't take you anywhere)
I'll take you anywhere you wanna go

CAN'T STAND ME NOW
YOU CAN'T STANDME NOW
CAN'T STAND ME NOW
CAN'T STAND ME NOW

Have we enough to keep it together?
Or do we just keep on pretending (and hope our luck is never ending)…
Try to pull the wool, I wasn't feelin' too clever, you take all that they're lending until you needed mending

If you wanna try,
If you wanna try
There's no worse you could do (oh oh oh)
I know you lie (I know you lie)
I'm still in love with you (oh)
Can't take me anywhere (can't take you anywhere)
Can't take me anywhere(wouldn't take you anywhere)
I'll take you anywhere you wanna go

CAN'T STAND ME NOW
YOU CAN'T STAND ME NOW
CAN'T STAND ME NOW
CAN'T STAND ME NOW
YOU CAN'T STAND ME NOW

segunda-feira, agosto 16, 2004

O Medley das Pitas & a música na actualidade


Nota:
Este post não pretende ofender ninguém, trata-se apenas de uma simples e inofensiva paródia. Se o caro leitor é facilmente impressionável, é favor não ler mais daqui para a frente.


O Medley das Pitas. O que é um medley ? , perguntam alguns de vocês, os mais ignorantes.

medley: a mixture of different items, especially tunes put together to form a longer piece of music:a medley of popular tunes.

Agora que estão mais esclarecidos passo ao assunto em si.

São ou não adoráveis aquelas músicas lamechas que algumas bandas criam , insaciávelmente seguidas de perto por raparigas dos 14 aos 20 e muitos anos ? Achei engraçado fazer-vos reparar na trilogia de músicas que ultimamente conquistou o coração das menos sábias. Que músicas são ? Começamos com o tema "Iris" dos Goo Goo Dolls , célebre por entrar na banda sonora do filme "A Cidade Dos Anjos", com Nicolas Cage e Meg Ryan nos principais papéis. Este tema acabou por se tornar num hino às betas, bem como ao resto do povo , em particular quando passou também a servir de música background a um qualquer casal piroso do Big Brother.

O segundo tema ( e o mais irritante de todos também ) , chama-se "Gabriel" e pertence aos britânicos Lamb, uma banda que tinha o meu respeito devido os seus primeiros álbuns, sendo "Fear of Fours" um trabalho notável, apesar de eu não ser, confesso, o maior fã de Trip-Hop.. e em relação ao mesmo, voltaremos a falar mais tarde. Com o lançamento deste single daquele que julgo ser o seu terceiro álbum, os Lamb conseguiram deitar por terra o seu belo trabalho, talvez sem intenção. E as pitas voltaram a sonhar com o tema "Gabriel".

Por fim, chega-nos no ano passado o segundo álbum de originais dos norte-americanos Evanescence, que os lançou para o estrelato, chamado "Fallen." E deste álbum teria que sair mais um tema, o último desta trilogia, que consegue ser quase tão mau e irritante como o seu antecessor. O tema é, claro está, "My Immortal" , um tema que já existia no primeiro álbum da banda ( Origin ).

Agora que terminei a trilogia, passo a dar a minha humilide opinião em relação a dois pontos: Tinha falado no Trip-Hop e aproveito para falar no facto de o povo português, de um modo geral, não ser sem dúvida apreciador de rock e guitarras. Isto, particularmente nos festivais de Verão. É curioso notar que os festivais apostam cada vez menos no pop ou no rock standart com guitarras e cada vez mais na música electrónica e na dance music. De guitarras, pouco se ouve, só as bandas Reggae. Ou seja, nos nossos festivais de Verão, a grande maioria, já nem vai pelas bandas nem pela música, o que eu compreendo e respeito. ( Mas se for apenas pelo convívio... será necessário dar 11 contos quando nem se tem interesse em se ver tais bandas ? Ir acampar para outro sítio também é viável, e gasta-se menos dinheiro, já que as bandas não interessam ). Por outro lado, a outra grande fatia apenas vai aos festivais para ver bandas electrónicas ou as novas tendências Reggae. Atenção, isto não constitui nenhuma crítica, é apenas constatar o facto de que nos festivais não se gosta de rock 'n' roll nem pouco mais ou menos. Em suma, os Portishead mudaram a mentalidade tuga.

Por fim, o mais grave, e aqui sim, faço uma dura crítica, não às pessoas mas aos media em particular. Meus caros, apareceu a onda Nu-Metal de deu-se a crer às pessoas que aquilo é que era Rock, ou que aquilo é que era Metal. Com o Pop-Teen-punk que integra bandas como os Blink 182 e os Sum 41, ou até mesmo os Good Charlotte ( ou ainda mais escandaloso, artistas como Pink e Avril Lavigne ) deu-se a crer que estas bandas representavam o punk, algo já extinto à mais de 20 anos, e que nunca se baseou em festas de MTV, mas sim em revoltas sociais , em particular em Inglaterra.

Mas ainda mais cómico , é o facto de bandas como os Him, Linkin Park ou Evanescence terem dado a crer à miudagem que são de facto bandas "Góticas". Ora caros jornalistas, cara MTV... e que aconteceu às bandas como os Bauhaus, The Mission, London After Midnight, Joy Division.. ? De onde tiraram vocês a ideia de que gótico é o facto de os elementos da banda passarem risco preto nos olhos, vestirem roupa preta e calçarem Doc Marten ? Isso é fácil, até eu sei fazer isso ! É certo que um gótico tem esta forma de vestir, mas é mais que isso. Gótico é uma filosofia de vida, uma forma de se estar, de pensar, de ver o mundo. Gostariam de saber mais ? Informem-se, cultivem-se ! Não se deixem enganar pelas bandas da moda, inocentes raparigas !

É tudo por agora. É possível que existam alguns erros que não me dei ao trabalho de corrigir, porque não me dei ao trabalho de dar uma vista de olhos antes de fazer publish.

Abraço grande.

sexta-feira, agosto 13, 2004

"Pra Çempre"




Aí está a melhor forma de se falsificar um passaporte. Falsificar ? Nada disso. O rapaz apenas quis poupar trabalho ao funcionário público.

Abraço



quinta-feira, agosto 12, 2004

I knew before I met her that I would lose her


I found her on a night of fire and noise
Wild bells rang in a wild sky
I knew from that moment on
That I'd love her till the day that I died
And I kissed away a thousand tears
My lady of the Various Sorrows
Some begged, some borrowed, some stolen
Some kept safe for tomorrow
On an endless night, silver star spangled
The bells from the chapel went
jingle-jangle


Do you love me?
Do you love me?
Do you love me?
Do you love me like I love you?


She was given to me to put things right
And I stacked all my accomplishments beside her
Still I seemed so obsolete and small
I found God and all His devils inside her
In my bed she cast the blizzard out
A mock sun blazed upon her head
So completely full of light she was
Her shadow fanged and hairy and mad
Our love-lines grew hopelessly tangled
And the bells from the chapel went jingle-jangle


Do you love me?
Do you love me?
Do you love me?
Do you love me like I love you?


She had a heartful of love and devotion
She had a mindful of tyranny and terror
Well, I try, I do, I really try
But I just err, baby, I do, error
So come find me, my darling one
I'm down to the grounds, the very dregs
Ah, here she comes blocking the sun
Blood running down the inside of her legs
The moon in the sky is battered and mangled
And the bells from the chapel go jingle-jangle


Do you love me?
Do you love me?
Do you love me?
Do you love me like I love you?

All things move towards their end
I knew before I met her that I would lose her
I swear I made every effort to be good to her
I made every effort not to abuse her
Crazy bracelets on her wrists and her ankles
And the bells from the chapel went jingle-jangle


Nick Cave - "D'you love me ?"

quinta-feira, agosto 05, 2004

1984


Recomendo a leitura de "Mil Novecentos e Oitenta e Quatro" de George Orwell. Depois, perceberão a imagem acima. Para todos os viciados em maus programas de televisão, nomeadamente os da TVI, o livro, tal como a imagem, não têm nada a ver com aquele programa asqueroso apresentado pela senhora dos dentes feios.
De facto, o reality-show "Big Brother" , que se iniciou, se não estou em erro, no Reino Unido, foi inspirado pelo livro de George Orwell. Este livro, é mais que um livro, é um mundo. Daqueles que vos dará pesadelos esquisitos mais que uma vez durante os dias em que o estão a ler.
Já em desenvolvimento está uma banda desenhada cuja demonstração se encontra no site oficial em http://www.1984comic.com

Até mais.